Osteopenia e Osteoporose: quais as diferenças?

osteopenia e osteoporose: quais as diferenças?

Osteopenia e Osteoporose: quais as diferenças?

Como seus nomes sugerem, a osteopenia e a osteoporose são alterações relacionadas ao osso. 😬 Ambos são graus variáveis ​​de perda óssea, avaliadas pela densidade mineral óssea (DMO). A DMO pode ser medida através do exame de Densitometria Óssea. Medindo a DMO procuramos avaliar o quanto “o osso é forte ou fraco”, ou seja, qual seu risco de quebrar. Na dependência da idade e sexo do paciente há uma faixa de normalidade, que pode ser avaliada em um gráfico. 📈 Se pensar na densidade mineral óssea como uma inclinação, o normal seria na parte superior e a osteoporose densitométrica* na parte inferior. 👉 Já a osteopenia, ficaria em algum ponto intermediário.⠀

*Osteoporose densitométrica: usamos o termo densitométrica para aquela DMO baixa que aparece no exame. “Orsteoporose” em si é um diagnóstico clínico e só é usado após acontecer uma fratura patológica (ou seja, algo cotidiano que não quebraria um osso normal, faz com que um osso fraco se quebre)⠀

👉 Osteopenia é quando temos valores entre a normalidade e a osteoporose densitométrica.

Tratamento para Osteopenia e Osteoporose

É importante procurar um médico para indicar o melhor tratamento para a osteopenia/osteoporose, pois dependendo do seu T-score (parâmetro que usamos para essa avaliação) pode ser que exercícios regulares com levantamento de peso e receber vitamina D e cálcio sejam suficientes ou pode ser necessário fazer uso de medicamentos.

Alguns médicos estão cada vez mais cautelosos sobre a medicação excessiva de pessoas com osteopenia. O risco de fratura é baixo para começar, e pesquisas mostraram que a medicação pode não reduzi-lo tanto. Também não sabemos se os medicamentos podem ter alguns efeitos a longo prazo.

Portanto, se o seu T-score for inferior a -2, você precisa ter certeza de que está fazendo exercícios regulares com levantamento de peso e que está recebendo vitamina D e cálcio dietético suficientes. Se você estiver perto de -2,5, seu médico pode considerar adicionar medicamentos para manter seus ossos fortes.

Prevenção da Osteopenia

Os ossos de todas as pessoas ficam mais fracos à medida que envelhecem, mas certas escolhas e hábitos aceleram o processo. Eles incluem:⠀

➡️ não receber cálcio e vitamina D suficientes,⠀
➡️ fumar e beber álcool. É preciso evitar o consumo!⠀
➡️ usar certos medicamentos, como corticosteroides e anticonvulsivantes.⠀
➡️ não fazer exercícios de sustentação de peso, como correr e caminhar. Faça pelo menos 30 minutos por dia.

Segunda a Harvard Medical School, as mulheres têm muito mais probabilidade de ter baixa densidade óssea do que os homens, mas isso não é mais visto apenas como uma condição feminina. Cerca de um terço dos homens brancos e asiáticos com mais de 50 anos são afetados. As porcentagens de hispânicos (23%) e negros (19%) são menores, mas ainda consideráveis.

Gostou? Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *